Abramos el cesto del sagrado saber
Que hablen nuestros ancestros
Dejemos sonar los cantos y rezos ancestrales
Que nos guíen por los caminos de La paz
E La compresíon entre los hombres

29 junho 2009

Cerimônia de cura com Ayahuasca



DIA 25/07/09 - 20 h - com TChydjo (dos Kariri Xocó)

"A magia está dentro de nós mesmos. Só a busca interior, nos faz entender os processos que retardam a nossa caminhada, para que possamos efetuar as transformações necessárias para seguirmos no "Caminho da Beleza e da Felicidade" - Léo Artése

Bebida Sacramental Ayahuasca, é, principalmente, fruto da decocção do cipó Banisteriopsis Caapi e a folha Psycotria Viridis. Outras espécies de cipó e folha também são utilizadas em algumas regiões. Seu nome mais conhecido, AYAHUASCA é de origem Quechua, que significa "Liana ´(Cipó) dos Espíritos ". É chamada também de "O Vinho da Alma " ou "Pequena Morte". Utilizada por povos pré-colombianos, incas, e muito utilizada, por pelo menos, 72 tribos indígenas diferentes da Amazônia. É empregada extensamente no Peru, Equador, Colômbia, Bolívia, Brasil. (Léo Artese - em http://www.xamanismo.com.br/Poder/SubPoder1189634475It001)

Convidamos você a participar de uma jornada de cura com o líder espiritual indígena da tribo Kariri-Xocó e Fulniô, que trabalha a cura física, emocional, espiritual e mental.Seu trabalho se destaca pela simplicidade e nos coloca em contato direto com as forças da natureza e de nosso "eu".

Com sua força e doçura nos facilita compreender e transformar as nossas dificuldades e abrir nosso coração.É um profundo conhecedor de ervas que curam e plantas sagradas de suas tradições.


Sinta seu coração e venha participar conosco desta experiência renovadora, que nos conecta com a nossa divina luz interior,transformando nossa forma de ver a vida com mas simplicidade, entrega e confiança .


Valor : R$ 180,00 ( cento e oitenta reais)

Inscrição : R$ 50,00 ( este valor será abatido no valor total )

Local : Espaço Rapa Nuy

Fone para contato : 51: 32352124 ou 51 99438293 (Tatiana)


É muito importante a confirmação da presença de todos até o dia 22/07/09, pois precisamos saber o número certo de pessoas para o uso da medicina .


Observação: trazer um saco de lenha para a fogueira e as mulheres devem vir vestidas de saia.


A confirmação pode ser via e-mail (espaçorapanuy@gmail.com) ou telefone.


Que os ventos do encantamento e magia da vida, possa chegar até o coração de cada um de vocês.


Mitakuye Oyasin!!!

27 junho 2009

Agenda do Mês de Julho/2009


16 e 30/07 - 20 h - Quinta-feira

Círculo de Cantos Sagrados

Facilitadora: Cris Machado

Os cantos são um guia de luz pelas sendas da intenção. O círculo é um lugar para compartilhar. Esta será uma noite para cantar, abrir o coração, soltar a voz. A oração toma forma de canção; a canção flui no espaço, ecoando na natureza. Cantar com o toque da alma, cantar para a água, para o vento, para o fogo e para a terra.Cantar para que nos ouçam, cantar para ouvirmos o outro. Memórias vivas da sabedoria ancestral.

Obs: se quiser, leve seus instrumentos sagrados (maracás, tambor, etc...)

Investimento: R$ 34,00 ( o mês)

R$ 20,00 (um encontro)



18/07 - 14 h - Sábado
Temazcal
Temazcaleira: Cris Machado

Na língua Lakota, falada pelos Sioux, significa "Útero da Mãe Terra". Nele, intervêm os quatro elementos: a Terra, que nos apoiamos, o Fogo, onde as pedras são aquecidas, a Água, colocada sobre estas e o vapor, representando o Ar. São utilizadas, também, plantas medicinais.

Trata-se de uma tradição milenar usada por várias etnias ameríndias com o objetivo de curar, limpar e purificar corpo e espírito. Seu uso através da história tem sido tanto terapêutico como ritual em cerimônias, e a sua prática sobrevive graças à tradição oral das comunidades indígenas e, atualmente, devido ao crescente interesse da sociedade contemporânea em resgatar suas raízes e buscar uma melhora na qualidade de vida.

O ritual acontece após o aquecimento de várias pedras em uma grande fogueira, sendo elas então levadas a uma tenda em formato de um útero. No interior da cabana, os participantes, envoltos em um clima de profundo amor e reconhecimento ao sagrado da vida, entoam cantos tradicionais e tocam tambor e maracá.

O vapor d’água mesclado com o perfume das ervas medicinais contribuem para a saúde do corpo, de uma forma natural, desobstruindo os poros da pele, dilatando os vasos sanguíneos, proporcionando, assim, eliminação de toxinas e melhoras ao aparelho respiratório e imunológico.

Os ensinamentos ancestrais dão conta que somente podemos seguir um belo caminho quando estivermos livres de antigas memórias que nos aprisionam. Um dos propósitos do temazcal é este, o resgate do passado e a vivência do “agora”, para que possamos projetar uma boa vida, para nós e as futuras gerações.

(extraído de http://www.tempodovento.com.br/rituais_temazcal.htm em 02/06/2009)

Investimento: R$ 53,00



24/07 – 19:30 h - Sexta-feira

Cerimônia do Cachimbo Sagrado

Condutora: Cris Machado

Cachimbo Sagrado é uma medicina sagrada ancestral, recebida pelos Lakota pela Mulher Novilho Búfalo Branco.

Através da fumaça do tabaco, honramos as direções sagradas, o céu, a terra e todas as nossas relações. Também estabelecemos nossos propósitos e agradecimentos. O tabaco é sagrado para praticamente todas as tradições nativas das Américas, como sendo um veículo de contato e reverência ao Grande Espírito, às forças e energias.

Nós recebemos o Cachimbo para poder enviar nossas preces e manifestar nossa gratidão ao Grande Mistério e para simbolizar a Paz entre todas as Nações, Tribos e Clãs. O fornilho do Cachimbo representa o aspecto feminino de todas as coisas vivas e o tubo é o símbolo do aspecto masculino em todas as formas de vida. O simples ato de colocar o tubo no fornilho simboliza união, criação e fertilidade. (trecho retirado do livro "As cartas do Caminho Sagrado")

Esta cerimônia é gratuita!

A fim de apoiar o Espaço Rapa Nuy, pedimos, amorosamente, contribuição espontânea em velas e incensos.



25/07 - 20h - Sábado

Cerimônia de Cura com Ayahuasca

Homem Medicina: Tchydjo (Mestre do Toré dos Kariri Xocós)

"As tradições nativas e os conhecimentos dos povos indígenas trazem grande sabedoria de força que existe na natureza. São conhecedoras da fonte de cura e energia existente nos diferentes reinos que beneficiam e harmonizam nosso eu mais profundo."

Convidamos você a participar de uma jornada de cura com o líder espiritual indígena da tribo Kariri-Xocó e Fulniô, que trabalha a cura física, emocional, espiritual e mental.

Mais informações em breve...

Investimento: R$ 180,00


Mitakuye Oyasin!



24 junho 2009

Círculo de cura com o Cachimbo Sagrado

Cachimbo Sagrado é uma medicina sagrada ancestral, recebida pelos Lakota pela Mulher Novilho Búfalo Branco.
Através da fumaça do tabaco, honramos as direções sagradas, o céu, a terra e todas as nossas
relações. Também estabelecemos nossos propósitos e agradecimentos. O tabaco é sagrado para praticamente todas as tradições nativas das Américas, como sendo um veículo de contato e reverência ao Grande Espírito, às forças e energias.
Nós recebemos o Cachimbo para poder enviar nossas preces e manifestar nossa gratidão ao Grande Mistério e para simbolizar a Paz entre todas as Nações, Tribos e Clãs. O fornilho do Cachimbo representa o aspecto feminino de todas as coisas vivas e o tubo é o símbolo do aspecto masculino em todas as formas de vida. O simples ato de colocar o tubo no fornilho simboliza união, criação e fertilidade.
(trecho retirado do livro "As cartas do Caminho Sagrado")

Local: Espaço Rapa Nuy - POA
Dia: 27/06/2009 - sábado
Horário: 20h
Fone: (51) 9971 0097 (Cris) ou (51) 32352124 (Tati)

Obs: Trazer um alimento para compartilharmos no final da cerimônia.

Mitakuye Oyasin!
Por todas as nossas relações!

Esta cerimônia é gratuita.

21 junho 2009

Círculo de Cantos Sagrados


25/06 – 20:00 h - Quinta-feira
Círculo de Cantos Sagrados

Facilitadora: Cris Machado

Os cantos são um guia de luz pelas sendas da intenção. O círculo é um lugar para compartilhar.
Esta será uma noite para cantar, abrir o coração, soltar a voz. A oração toma a forma de canção; a canção flui no espaço, ecoando na natureza. Cantar com o toque da alma, cantar para a água, para o vento, para a terra e para o fogo, para todas as direções sagradas. Cantar para que nos ouçam, cantar para ouvirmos o outro. Memórias vivas da sabedoria ancestral.


Informações: 51 3235 2124 - 51 9943 8293 (Tati) e 51 9971 0097 (Cris)
espacorapanuy@gmail.com

É necessário confirmar presença até o dia 25/06 - 14 h.


15 junho 2009

Temazcal para mulheres - 19/06/2009 - 18:30 h



Os ensinamentos ancestrais dão conta que somente podemos seguir um belo caminho quando estivermos livres de antigas memórias que nos aprisionam. Um dos propósitos do temazcal é este, o resgate do passado e a vivência do “agora”, para que possamos projetar uma boa vida, para nós e as futuras gerações.

Informações: 51 32352124 51 99438293 51 99710097
espacorapanuy@gmail.com

Temazcaleira: Cris Machado

Investimento: 40,00

Observações:
Trazer um vestido ou uma sai leve que possa sujar
Alimento para compartilhar após a cerimônia
Toalha de banho e chinelos

É NECESSÁRIO CONFIRMAR PRESENÇA ATÉ O MEIO-DIA DO DIA DA CERIMÔNIA, POIS O NÚMERO DE VAGAS É LIMITADO.

02 junho 2009

Agenda do Espaço Rapa Nuy para Junho/2009


19/06 - 18:30 h - Sexta-feira
Temazcal para Mulheres

Temazcaleira: Cris Machado

Na língua Lakota, falada pelos Sioux, significa "Útero da Mãe Terra". Nele, intervêm os quatro elementos: a Terra, que nos apoiamos, o Fogo, onde as pedras são aquecidas, a Água, colocada sobre estas e o vapor, representando o Ar. São utilizadas, também, plantas medicinais.

Trata-se de uma tradição milenar usada por várias etnias ameríndias com o objetivo de curar, limpar e purificar corpo e espírito. Seu uso através da história tem sido tanto terapêutico como ritual em cerimônias, e a sua prática sobrevive graças à tradição oral das comunidades indígenas e, atualmente, devido ao crescente interesse da sociedade contemporânea em resgatar suas raízes e buscar uma melhora na qualidade de vida.

O ritual acontece após o aquecimento de várias pedras em uma grande fogueira, sendo elas então levadas a uma tenda em formato de um útero. No interior da cabana, os participantes, envoltos em um clima de profundo amor e reconhecimento ao sagrado da vida, entoam cantos tradicionais e tocam tambor e maracá.

O vapor d’água mesclado com o perfume das ervas medicinais contribuem para a saúde do corpo, de uma forma natural, desobstruindo os poros da pele, dilatando os vasos sanguíneos, proporcionando, assim, eliminação de toxinas e melhoras ao aparelho respiratório e imunológico.

Os ensinamentos ancestrais dão conta que somente podemos seguir um belo caminho quando estivermos livres de antigas memórias que nos aprisionam. Um dos propósitos do temazcal é este, o resgate do passado e a vivência do “agora”, para que possamos projetar uma boa vida, para nós e as futuras gerações.

(extraído de http://www.tempodovento.com.br/rituais_temazcal.htm em 02/06/2009)


25/06 – 20:00 h - Quinta-feira
Círculo de Cantos Sagrados

Facilitadora: Cris Machado


Os cantos são um guia de luz pelas sendas da intenção. O círculo é um lugar para compartilhar.
Esta será uma noite para cantar, abrir o coração, soltar a voz. A oração toma a forma de canção; a canção flui no espaço, ecoando na natureza. Cantar com o toque da alma, cantar para a água, para o vento, para a terra e para o fogo. Cantar para que nos ouçam, cantar para ouvirmos o outro. Memórias vivas da sabedoria ancestral.


27/06 – 20:00 h - Sábado
Cerimônia do Cachimbo Sagrado

Condutora: Cris Machado


Cachimbo Sagrado é uma medicina sagrada ancestral, recebida pelos Lakota pela Mulher Novilho Búfalo Branco.

Através da fumaça do tabaco, honramos as direções sagradas, o céu, a terra e todas as nossas relações. Também estabelecemos nossos propósitos e agradecimentos. O tabaco é sagrado para praticamente todas as tradições nativas das Américas, como sendo um veículo de contato e reverência ao Grande Espírito, às forças e energias.

Nós recebemos o Cachimbo para poder enviar nossas preces e manifestar nossa gratidão ao Grande Mistério e para simbolizar a Paz entre todas as Nações, Tribos e Clãs. O fornilho do Cachimbo representa o aspecto feminino de todas as coisas vivas e o tubo é o símbolo do aspecto masculino em todas as formas de vida. O simples ato de colocar o tubo no fornilho simboliza união, criação e fertilidade.

(trecho retirado do livro "As cartas do Caminho Sagrado")